econtábil

/notícias

Nossa expertise permite-nos auxiliar nossos clientes a desenvolver seus negócios em um cenário de grande complexidade e mudanças constantes

Novas leis e regras criam situações às quais as empresas devem se adaptar rapidamente. Em um cenário competitivo e globalizado o melhor desempenho de gestão resulta em menores custos e lucros maiores.

/ Sicontiba e Microtiba divulgam Nota de Repúdio contra a Jucepar e o Governo do Paraná

pis cofins

O Sindicato dos Contabilistas de Curitiba e a Associação das Micro e Pequenas Empresas de Curitiba têm recebido inúmeras reclamações em relação à lentidão e ao descaso dos serviços da Junta Comercial do Paraná. As principais reclamações dos serviços da Jucepar são:
1) problemas nos servidores da Junta que ficam fora do ar por dias;
2) demora quanto aos processos de Consulta de Viabilidade de Nome Empresarial;
3) morosidade quanto aos processos de abertura, alteração e encerramento de empresas por meio do portal Empresa Fácil;
4) problemas de atendimento com informações desencontrados no SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor);
5) horário de atendimento presencial muito restrito para a demanda, das 12h às 17h;
6) problemas com o preenchimento de documentos que cobram informações inexistentes, como o complemento de endereço;
7) o encerramento das atividades da agência da Junta dentro da sede do Sebrae/PR, no Prado Velho, no dia 30 de outubro.
Antes, processos que eram liberados em questões de horas ou poucos dias, agora, estão levando semanas e até um mês inteiro. E a situação só tem piorado com o passar do tempo.
Por diversas vezes, estivemos reunidos com os representantes da Jucepar em busca de soluções. O problema é que a resposta da Junta é sempre a mesma: déficit de funcionários e dificuldade de adaptação dos serviços on-line, como o portal Empresa Fácil.
Diante do exposto, o Sicontiba e a Microtiba se manifestam radicalmente contra a falta de comprometimento e de responsabilidade da Junta Comercial e do Governo Estadual do Paraná com um setor tão importante da economia paranaense.
Os contabilistas e os empresários, que são os usuários mais frequentes da Jucepar, são imprescindíveis para o crescimento e o desenvolvimento do nosso Estado e, consequentemente, do nosso país, que vive um período de grave crise.
Se a Junta não está funcionando a todo vapor, isto quer dizer que a economia do nosso Estado está sendo prejudicada, isto quer dizer também que os cidadãos paranaenses estão sendo prejudicados.
Por isso, o Sicontiba e a Microtiba exigem respeito e uma solução imediata por parte do Governo Estadual do Paraná e dos representantes da Jucepar. Se o problema for resolvido, certamente, sairão vitoriosos o Estado, os contabilistas, os empresários, os cidadãos e as empresas paranaenses.
Curitiba, 6 de novembro de 2015
Hugo Catossi
Presidente do Sicontiba (Sindicato dos Contabilistas de Curitiba)
Armando Lira
Presidente da Microtiba (Associação das Micro e Pequenas Empresas de Curitiba). Publicado em 12/11/2015